Segundo a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), desde os anos 2000 o setor têxtil e confeccionista reduziu em 90% o uso de água na produção. Dos 100 litros que eram usados para produzir 1 quilo de tecido beneficiado, agora são necessários apenas 10 litros de água. Além disso, ela é reutilizada pelas fábricas em outras áreas, recebe tratamento de efluentes e é devolvida limpa ao meio ambiente. “Na indústria têxtil e de confecção, os custos com água e energia são muito relevantes. Logo, tivemos de nos adaptar a uma realidade mundial, que engloba alterações no processo produtivo, questões econômicas e ambientais. Quem não se adaptou acabou quebrando”, revela Rafael Cervone, presidente da Abit.

PRIMEIRO FIO BIODEGRADÁVEL DO MUNDO

A Rhodia, empresa do grupo Solvay, lançou em parceria com o estilista Ronaldo Fraga, durante seu desfile na São Paulo Fashion Week, o primeiro fio biodegradável do mundo. O Amni Soul Eco, fio de poliamida 6.6, desintegra-se 50% em pouco mais de um ano dentro de aterros sanitários. As peças foram confeccionadas com malhas exclusivas da tecelagem Santaconstancia, com lançamento comercial previsto para maio. “Este lançamento é um compromisso da Rhodia com o planeta e a indústria têxtil. A fibra de poliamida, em média, demora décadas para se decompor. Com esse lançamento, o tempo diminui para menos de três anos. É uma evolução enorme para a indústria e, assim, cumprimos nosso papel com a natureza e com as futuras gerações”, afirma Francisco Ferraroli, presidente da área global de negócios Fibras, do grupo Solvay.

CONSCIÊNCIA ECOLÓGICA

Criada em 2007 pelas irmãs e sócias Silvia e Renata Drummond, a Ecow tem peças exclusivas com foco em sustentabilidade. A maior parte dos tecidos utilizados é de reaproveitamento e a produção é baseada na reutilização e na reciclagem. A grife estimula o trabalho artístico por meio do grupo de bordadeiras de Minas Gerais que fazem os acabamentos e os bordados da Ecow. A marca possui lojas em Belo Horizonte, no bairro Savassi, e acaba de inaugurar uma unidade em São Paulo, na Galeria Ouro Fino.

PROJETO RETALHO FASHION

No dia 24 de abril, Alfredo Bonduki, presidente do Sinditêxtil-SP, e Simão Pedro, secretário municipal de Serviços, assinaram o Protocolo de Intenções de Implantação do Projeto Retalho Fashion. Criado em julho de 2012, o projeto tem como objetivo a retirada de 2 toneladas de resíduos têxteis por catadores, principalmente nos bairros do Brás e Bom Retiro, e sua transformação em fios em um galpão que será cedido pela prefeitura de São Paulo. O projeto é inédito e tem o apoio do Senai-SP, da Câmara de Dirigentes Lojistas do Bom Retiro (CDL Bom Retiro) e da Associação de Lojistas do Brás (Alobrás).

DRZ2577 - Cadeia têxtil sustentável

fremplast na região norte

Revendas Fremplast na Região Norte

Para facilitar o seu acesso às tintas e produtos Fremplast, vamos listar abaixo as revendas Fremplast na Região Norte. Confira! Revendas Fremplast na Região Norte: TREVO. PAPELARIA Contatos: (69)...

Leia Mais
FREMPLAST no Sudeste - Rio de Janeiro

Revendas FREMPLAST no Sudeste – Rio...

Para facilitar o seu acesso às tintas e produtos Fremplast, vamos listar abaixo as revendas Fremplast no Sudeste. Neste post você encontra revendas no Rio de Janeiro. Revendas Fremplast...

Leia Mais
fremplast no rio grande do sul

Revendas FREMPLAST na Região Sul – ...

Para facilitar o seu acesso às tintas e produtos Fremplast, vamos listar abaixo as revendas Fremplast na Região Sul. Neste post você encontra revendas no Rio Grande do Sul....

Leia Mais