Para nós, que trabalhamos com serigrafia e estamparia de modo geral, tudo o que a gente deseja é uma estampa linda, com cores vivas e que dure muito tempo!

As Tintas Plastisol são excelentes e produzem um resultado incrível na estamparia. As cores são intensas, as imagens ficam bem definidas e com alta cobertura. No entanto, se você não prestar muita atenção durante todo o processo, você pode ter alguns problemas no futuro com a tinta de desprendendo do tecido e saindo com as lavagens.

Vamos ver como evitar que o Plastisol saia com as lavagens?

Preste muita atenção na cura das tintas

Muitas vezes, se a tinta acaba saindo do tecido, isso significa que ela não estava totalmente curada. Existem alguns sinais claros de que uma cura inadequada é a responsável pelo apagamento: a impressão fica manchada e irregular, a tinta pode rachar e sair do tecido.

Para curar corretamente sua tinta, você deve certificar-se de que a temperatura interna da tinta atinja a temperatura de cura recomendada pelo fabricante, entre 160º e 180º.

Ao curar, também é importante ter em mente que muitas coisas ​​podem afetar os tempos de cura. As fibras de algodão mantêm a umidade, então as tintas impressas em um substrato de algodão levarão mais tempo para curar do que as tintas impressas em tecidos sintéticos. Tecidos mais grossos também levarão mais tempo para aquecer e permitir que a tinta cure. Por outro lado, substratos de cor escura vão secar no calor do secador, ajudando a tinta a curar mais rapidamente. A temperatura dentro de sua loja também pode afetar o tempo ou temperatura de cura.

Outra dica: Evitar Fibrilação

Se as suas impressões parecem desbotadas, a fibrilação pode ser a culpa. Embora a tinta que não foi curada corretamente pareça manchada ou rachada, a fibrilação fará com que as impressões pareçam desbotadas. Quando ocorre a fibrilação a culpa é do substrato, quando as fibras do tecido se soltam sob a tinta ao serem lavadas. A cor das fibras que se soltaram vai aparecer entre a tinta, causando essa aparência desbotada.

Tecidos mais macios são mais propensos à fibrilação, e a fibrilação também fica mais evidente quando as tintas escuras são impressas em roupas leves.

E como evitar a fibrilação?

Você deve usar a correta quantidade de tinta para cobrir o tecido, mantendo uma impressão de qualidade com uma sensação de maciez ao toque. Isso começa com tinta de qualidade. A tinta certa terá uma textura cremosa que permite que ela depositada nas fibras que não se quebrarão, não se acumula nas telas e fornece uma impressão uniforme.

 

Dica para a vida: Teste! Teste sempre as suas impressões para evitar que seus clientes fiquem decepcionados com o resultado do seu trabalho.

Aproveite e confira também: Problemas comuns de exposição e como resolvê-los

Se gostou, não deixe de acompanhar o nosso Blog e seguir a Fremplast nas redes sociais: Facebook, Instagram, Youtube e Twitter.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.