Mais um vídeo do nosso quadro “Passo a Passo” com esticagem, preparação gravação e recuperação de tela!

Dessa vez é um vídeo muito especial, que fizemos com muito empenho para que os profissionais de serigrafia e para que os apaixonados por essa arte, que estão começando na profissão, possam seguir as recomendações desde a confecção da matriz até à sua recuperação.

Assista, comente, compartilhe, pause e anote tudo o que lhe for útil!

Acompanhe todo o processo de esticagem e colagem do poliéster, gravação da tela e estampagem do desenho.

Esticagem

Esticagem realizada com poliéster 77 fios monofilamento.

Após esticagem, a tensão do poliéster deve estar entre 20 a 25 newtons e tem que ser medida com tensiômetro.

Colagem do poliéster

Utilizar Bonder Fix Fast, adesivo para quadros bi componente. A preparação deve ser feita com a adição de 20% de catalisador sobre a cola, lembrando que por ser um produto catalisado, preparar somente a porcentagem a utilizar.

Após a preparação, misturar muito bem para que fique bem homogêneo.

Aplicação do Bonder Fix Fast sobre o poliéster pode ser feita com um pincel ou uma espátula e deve-se realizar a passagem do produto com pressão para haver penetração do produto entre o poliéster e o quadro.

Feito a aplicação, o tempo da colagem depende muito do clima do ambiente, ou seja, ambientes muito quentes, entre 20 a 25 minutos, ambientes mais frios ou úmidos, entre 35 a 45 minutos. Em seguida retirar os pesos e remover o quadro colado.

Retirar a sobra de poliéster com estilete e remover a fita crepe.

Preparação

Antes do emulsionamento, o poliéster deve ser tratado para remoção, limpeza de impurezas impregnadas no poliéster e para isso utilizar Lavgel ou Lavprep, desengraxantes e amaciantes.

Molhar a tela, aplicar Lavgel somente algumas gotas e esfregar com uma escova macia levemente sobre o total da área em ambos os lados da tela.

Enxaguar com água corrente até a remoção final do produto.

Utilizar emulsão FWR 21 com diazo, sendo uma emulsão de alta definição, para retículas no geral como quadricromia, indexados, desenhos filetados, desenhos chapados entre outros.

Adicionar 90 ml de água no frasco de diazo, agitar muito bem, adicionar 10% sobre a emulsão e manusear ou misturar a emulsão em ambiente de fonte de luz amarela. Feita a mistura, deve-se aguardar por um período de 40 minutos a uma hora no mínimo. Isso é para eliminar gases gerados pela mistura que criam bolhas durante o processo prejudicando o emulsionamento e provocando microfuros na tela.

Fazer a secagem em estufa deixando a tela com o lado interno virado para cima, em temperatura de 40º C pelo período de 20 a 30 minutos.

Gravação

Preparar o fotolito sobre a mesa de vidro da gravadora, deixando bem fixo.

Colocar a tela sobreposta ao fotolito conforme o registro da imagem.

O tempo da exposição de luz depende muito da potência da lâmpada. Neste caso por ser uma lâmpada de fonte única de UV de 1000 watts e por ser uma imagem que possui detalhes, deixamos somente 1 minuto e 10 segundos.

Preparação para impressão

Levar ao tanque para a revelação com água corrente, molhar a tela de ambos os lados, aguardar alguns segundos e em seguida forçar levemente sobre a área gravada para abertura da imagem.

Ainda com a tela molhada, utilizar com um borrifador o Bloqvéu, Antvéu.

Borrifar sobre a tela em ambos os lados, para evitar o véu na imagem e também para ajudar a endurecer a emulsão, evitando que a mesma escorra sobre o desenho ou venha se desfazer. Isso acontece por falta de secagem ou falta de tempo da exposição à luz. Bloqvéu é um produto que aumenta a resistência da emulsão. Em seguida, enxaguar o produto da tela.

Secar a tela.

Utilizar o endurecedor ou catalisador para fixação da emulsão no poliéster. São produtos indicados principalmente para estampar altas tiragens e trabalhos em maquinas carrosséis. Estes auxiliares aumentam a resistência, fixação da emulsão.

Secar a tela em temperatura de 50ºC por 20 minutos.

Impressão

Com a tela pronta, finalizamos aplicando o produto da linha ecológica, Branco Eco-Tex sobre uma malha de algodão 100%.

Recuperação de tela

Para remover a emulsão utilize o Remogel.

Aplique diretamente sobre a tela, esfregando com uma escova.

É necessário o processo de aplicação e passagem da escova em ambos os lados da tela.

Deixar o produto em repouso, na posição horizontal, para que o produto não escorra e aja de forma homogênea sobre a emulsão.

Enxágue com água corrente para a retirada do excesso e lave com jato de alta pressão para total remoção da emulsão.

Caso em sua inspeção final notar que ficaram “fantasmas” na tela, utilizar o Remoclean para sua eliminação total.

Qualquer dúvida consulte o boletim técnico ou entre em contato com o nosso departamento técnico: 11 2489-6960

Aproveite e confira também Serigrafia profissional: 3 problemas para evitar

Se gostou, não deixe de acompanhar o nosso Blog e seguir a Fremplast nas redes sociais: FacebookInstagramYoutube e Twitter.

prensa térmica

4 dicas na hora de trabalhar com uma pren...

No post de hoje vamos focar em dicas na hora de usar a sua prensa térmica para estampar que vão lhe ajudar a poupar dinheiro. As prensas térmicas são...

Leia Mais
covid19 e pequenas empresas

CORONAVÍRUS: 4 dicas para pequenas empresas

No Blog de hoje gostaríamos de conversar um pouquinho sobre recomendações que pequenos empresários podem adotar para mitigar riscos, proteger funcionários e dar suporte a clientes durante a pandemia do...

Leia Mais
coronavírus

Coronavírus: Dicas para o ambiente de tra...

Coronavírus: Estar atento aos hábitos de higiene no ambiente de trabalho é fundamental. Confira algumas dicas do que fazer e então copie, imprima e compartilhe com os colegas de...

Leia Mais