Para garantir a qualidade da tinta com a qual você trabalha, é importante conhecer sua composição. O que forma a tinta? Acostume-se a perguntar, ler rótulos e se familiarizar com os termos.

Muitas pessoas trabalham com tintas para serigrafia em suas lojas de estamparia todos os dias e grande parte delas entende e conhece o processo de fabricação delas, outras não possuem tal conhecimento. O conhecimento sobre a composição dos produtos é SUPER RELEVANTE pois é assim que você pode compreender qual tinta apresenta um resultado final melhor em cada substrato.

Conhecimento NUNCA é demais. Ao entender a composição das tintas, você vai saber porque escolhe cada fornecedor, poderá explicar o valor da sua peça ao seu cliente, minimizará seu impacto ambiental e entenderá as diferenças do mercado.

O pessoal da Serigrafia Sign preparou um material muito legal sobre a Composição das Tintas para serigrafia, o qual nós tivemos a felicidade e honra de contribuir. Recomendamos fortemente que você baixe esse material, estude-o, anote o que for mais importante, discuta com seus colegas e passe a informação adiante para as pessoas que trabalham com você.

 

Por hora, gostaríamos de falar para vocês os pontos principais que compõem uma tinta de qualidade! São eles:

 

  • Resinas: É a matéria-prima mais importante das tintas, pois é o componente que vai formar a película que segurará o pigmento e dará forma à estampa, a qualidade de uma tinta é definida pela qualidade e quantidade de resinas empregadas em sua composição.
  • Pigmentos: São compostos obtidos de diversos tipos de minerais existentes na natureza ou através de reações químicas. É este produto que confere a cor a película aplicada.
  • Aditivos: São materiais empregados para conferir viscosidade (massa), evitar a formação de bolhas, eliminar o tack (pegajosidade da película) e melhorar os demais aspectos da película, um dos itens que mais interferem no custo de uma tinta é o aditivo, pois, são produtos de custo bastante elevados.
  • Solventes: A função dos solventes é a de permanecer entre as moléculas da tinta evitando assim a sua polimerização espontânea antes de seu emprego. Após a aplicação de uma película e conseqüente evaporação de seu solvente esta passa de pré-polímero para polímero conferindo a resistência final do material. Os solventes podem ser a água, ou derivados de Petróleo (Hidrocarbonetos) Álcoois, Cetonas, etc… Os solventes não são utilizados no sistema de curas UV, a não ser para limpeza das matrizes.
  • Catalisadores: a função dos catalisadores é participar da reação de certas tintas quando misturadas às mesmas. Eles são a parte fundamental destes produtos na sua secagem e polimerização.   Normalmente essas tintas possuem excelente resistencia química
  • Talcos Minerais (ou cargas): são minerais geralmente utilizados para fosquear (tornar opaca) e aumentar a opacidade da película.

Aproveite para conhecer um dos nossos últimos lançamentos: Linha Hidro Mix.

Se gostou, não deixe de acompanhar o nosso Blog e seguir a Fremplast nas redes sociais: Facebook, Instagram, Youtube e Twitter.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.