Nós já sabemos que existem muitos tipos diferentes de rodos para serigrafia mas, geralmente, os serígrafos escolhem ou o de madeira, ou o de alumínio. Os rodos de madeira costumam ser mais baratos, enquanto os de alumínio são mais leves e também possuem outros benefícios como, em um ambiente úmido, eles não deformam como os de madeira e são mais fáceis de segurar.

E sobre a dureza?

Existem diferentes cores de diferentes fabricantes para definir dureza.

O durômetro é a ferramenta adequada para avaliar a dureza de qualquer tipo de rodo de impressão. Se você quer saber mais sobre essa questão recomendamos que acesse esse nosso post que fala mais sobre esse assunto: Em qual tipo de rodo investir?

Armazenamento e manutenção dos seus rodos

Você sabia que para conseguirmos alcançar a melhor performance e produtividade, a escolha do rodo mais adequado assim como o correto armazenamento e manutenção possuem um importante papel. A rotatividade de uso entre os seus rodos é de extrema importância e ela irá depender dos tipos de tintas e solventes que você utiliza em cada aplicação. Ao fazer isso você não só aumenta a qualidade de impressão como também a vida útil de cada rodo.

Assim que você terminar de usar um rodo, o ideal é que você já o deixe bem limpinho e o guarde em um local seco com temperatura ambiente. A lâmina precisa de um tempo de “respiro” para se recuperar da ação da tinta e do solvente e é indicado que ela descanse por um período de 24 horas.

Gostou? Então aproveite e veja: Tudo sobre rodos e puxadores

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *